A essência do medium: um estudo sobre as iluminuras marginais da Crónica Geral de Espanha de 1344 da Academia das Ciências de Lisboa

Luís Urbano Afonso

Resumo


Resumo: A Crónica Geral deEspanha de 1344 da Academia das Ciências em Lisboa é um manuscrito apaixonante do ponto de vista artístico. A quantidade, qualidade e diversidadede soluções plásticas que apresenta é pouco comum na produção portuguesa de iluminura tardo-medieval. Neste estudo analisam-se apenas as suas iluminuras marginais, com o objetivo de expor o modo como o iluminador construiu umarelação complexa entre a imagem, o texto, o suporte material e a imaginação dosleitores. De facto, esta obra explora os mecanismos da perceção visual, bemcomo os limites da arte da iluminura e da materialidade do próprio pergaminho. Comum enorme sentido poético e uma grande liberdade criativa, o iluminador explora verdadeiramente os limites ontológicos deste medium artístico, tornando esta obra uma das mais relevantes da produção artística portuguesa do final da Idade Média. Abstract: The Crónica Geral de Espanha de 1344 of theAcademy of Sciences in Lisbon is a fascinating manuscript from an artistic standpoint. The quantity, quality and diversity of plastic solutions that itpresents is uncommon in the Portuguese production of late medieval illuminated manuscripts. In this study we analyze only the marginal illuminations, in order to expose how the illuminator built a complex relationship between image, text, material support and the imagination of readers. In fact, this work exploresthe mechanisms of visual perception and the limits of the art of illumination and materiality of the parchment itself. With an enormous poetic sense and agreat creative freedom, the illuminator truly explores the ontological limitsof this artistic medium, making of this work one of the most important of the artistic production of Late Medieval Portugal.

Palavras-chave


Iluminura; Idade Média; Portugal

Texto Completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

ISSN 2183-0703. Revista do Instituto de História da Arte - Centro de Investigação. Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa